Pesquisar este blog

sábado, 7 de janeiro de 2012

Meu Espaço Zen (parte 1)



Lenda da Planta Chamada Dinheiro-Em-Penca

Na Idade Média existia um moça chamada Callisia, que era a sétima filha de um casal. Desde criança ela era diferente, pois gostava de pesquisar as propriedades medicinais dos vegetais e sempre quando alguém ficava doente no vilarejo logo  pedia a ajuda dela. Quando ela completou dezoito anos, apareceu na vila um jovem padre com o nome de Cortez. Então a moça passou a freqüentar a igreja e a sacristia com muita assiduidade. De repente as más línguas começaram a comentar que a jovem teria um caso com o padre. Um certo dia,  a irmã mais velha de Callisia, descobriu que a moça estava grávida. Então para que a jovem não fosse queimada na fogueira, sua família a expulsou para uma casa afastada, que ficava no  meio da floresta. Naquele mesmo dia o padre ao saber da notícia, suicidou-se.
Alguns meses se passaram e Callisia teve uma filha no meio do mato, mas a pequena foi tomada pelos seus pais. Mesmo no meio da floresta, as pessoas procuravam a jovem em busca de cura e como a moça estava sem o amparo da família, passou a cobrar pelos serviços. Logo surgiu o boato de que Callisia, na verdade era uma bruxa e que receitava muitos feitiços. A verdade é que esta pessoa, com o passar dos anos,  envelheceu e ganhou muitas moedas de ouro com os seus atendimentos.
Quando Callisia passou a sentir que estava muito doente por causa da idade avançada, ela enterrou suas moedas de ouro no quintal. Porém, um grupo de bandidos, interessados no boato do tesouro da bruxa, invadiu a sua casa e matou a idosa .
Algum tempo depois  Virgínia, a filha da feiticeira,  resolveu morar na antiga casa que pertenceu a sua mãe. Então ela resolveu carpir o quintal e embaixo de uma planta estranha, ela achou um tacho repleto de moedas de ouro. Por isto a partir daquele dia esta planta foi batizada de: dinheiro-em-penca .
Reza a lenda que este vegetal tem o poder de trazer fortuna para as pessoas que colocam o dinheiro-em-penca, dentro de um vaso amarelo-ouro,  na varanda.
(Luciana do Rocio Mallon)



_________________________________________


Então! Como vãos todos?
Decidi começar as postagens do ano novo com o meu futuro espaço zen. É um pedacinho no meu quarto, na realidade, a sacada. E não, não é que eu tenha uma sacada no quarto, é que meu quarto é na sala, então...
Eu comprei três vazinhos pequenos e uma floreira, nesses vazinhos vieram plantadas: Dinheiro-em-penca, Tomilho e Erva Doce.
Um outro vaso, pouco maior, veio uma Avenca. E minha mãe me deu um vaso de pendurar com uma planta linda chamada Dedo-de-moça.
Mas eu resolvi começar com a Dinheiro-em-penca!
Pesquisei a história dela na internet e todos os sites que visitei tinham este texto sobre a lenda dela.
Muito interessante, aliás, pois fazer citações sobre bruxaria. Adorei!!!
Ao longo dos próximos dias, semanas, quero postar mais fotos do meu cantinho, que aos poucos vem tomando forma.

Mas deixo uma prévia, uma foto da floreira com as três plantinhas em ordem:

Erva doce, Dinheiro-em-penca e Tomilho




Até mais!!!!
Muita luz e muito amor neste ano de 2012!

~.~.~♥~.~.~

Dinheiro-em-Penca
  • Nome Científico: Callisia repens
  • Sinonímia: Tradescantia minima, Hapalanthus repens, Spironema robbinsii
  • Nome Popular: Dinheiro-em-penca, dinheirinho, tostão, mosquitinho
  • Família: Commelinaceae
  • Divisão: Angiospermae
  • Origem: América Tropical
  • Ciclo de Vida: Perene

O Tostão ou Dinheiro-em-penca é uma planta de pequeno porte, de apenas 5 a 10 cm de altura. As folhas são cerosas, adensadas ao longo da ramagem filamentosa As Flores do são brancas e pequenas, apresentando importância ornamental secundária.
É muito utilizado como forração, sua textura fina e delicada é muito valorizada no paisagismo. Adapta-se em diversos estilos de jardins, e é especialmente indicado seu plantio entre as rochas, em locais úmidos.
Também utilizada em vasos suspensos e jardineiras, de forma que seus ramos pendentes podem ser melhor apreciados. Dizem que traz sorte e dinheiro para a pessoa que ganhar um vaso com a muda da planta, de presente.
Deve ser cultivada sob meia-sombra, em solo fértil, leve, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. Não tolera o frio, ventos fortes ou pisoteio. O cultivo sob sol pleno torna a planta excessivamente avermelhada e queima as folhas. Já sob sombra, ela perde o aspecto denso, crescendo com entrenós mais compridos. Aprecia adubações mensais na primavera e verão.

É muito fácil preparar mudas basta cortar um ramo e enfia-lo num substrato enriquecido com matéria orgânica, deixar sempre úmido, até nascerem as raizes deve ficar na sombra.
Para um bonito vaso ornamental é só colocar vários ramos.
Em áreas que não aconteçam o pisoteio, ela fica muito bonita, se estiver na sombra adquire a coloração verde e com o sol o tom avermelhado, alastra com bastante facilidade.

4 comentários:

  1. Julio Firmo de Queroz7 de janeiro de 2012 22:34

    A arte de proporcionar prazer até no de comer, comer belo, comer lindo, comer bem!

    ResponderExcluir
  2. Dinheiro em penca! Boa pedida para começar 2012!!! Quero fazer um cantinho assim em ksa tbm! Beijo linda!

    ResponderExcluir
  3. Salve Callisia!
    Essa passou a ser a segunda planta que mais vou ter na minha casa futuramente HE! HE! HE!...
    e para contemplar tão doce magia, nada como uma canção em homenagem

    Smell The Witch - Mortiis



    It's been ten long years since I smelled the witch.
    I don't think she will ever go away.
    Do you think that's her lurking over there?
    In that shadow that has been cast by me?

    Can you smell the witch?
    The witch is still alive.
    Can you smell the witch?
    I see her dead eyes.
    I wanted you to go away.
    Can you smell the witch?
    The witch will never go away.

    Does she hide in that old corner over there?
    Are you dead when you are made of straw?
    Is she still in that old house? The lonely old house.
    Far away from everyone else. Her smell was stron up there.

    The first time I saw you.
    I smelt you more than I could see you.
    The smell won't go away.
    Is this how fear smells?
    Does fear smell like a witch?
    Come on smell the witch.

    Can you smell the witch?
    Sneaking up behind.
    Can you smell the witch?
    Can you feel the fear?
    I want to go far away.
    Can you smell the witch?
    The witch will never go away.

    ResponderExcluir
  4. Oi moça, tanto tempo que não passo aqui no seu cantinho e quando volto me deparo cpm essa história linda. Adorei!
    Feliz ano novo, muita luz, paz, amor, properidade e sabedoria para ti e toda sua familia.
    Beijocas.

    ResponderExcluir

Deixe seu parecer!