Pesquisar este blog

Carregando...

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Bolo de Milho

Bolo de milho feito pela minha mãe! Fica uma delícia com café preto e goiabada!


Bolo de Milho



Ingredientes:


- 2 xícaras de chá de açúcar
- 3 ovos inteiros
- 1 e 1/2 xícaras de chá de farinha de milho média (aquelas pra fazer polenta)
- 1 e 1/2 xícaras de chá de leite
- 1 e 1/2 xícaras de óleo de soja
- 2 xícaras de chá de farinha de trigo
- 1 colher de sopa de fermento em pó
- margarina para untar a fôrma
- polvilhar a fôrma untada com farinha de milho

Modo de Fazer:


Em um liquidificador, bater os ovos, o açúcar, a farinha de milho, o leite e o óleo de soja. Em outra vasilha, peneire a farinha de trigo e o fermento.
Adicione a mistura do liquidificador nessa vasilha e misture com a farinha e o fermento até incorporar bem.
Despeje a massa na fôrma untada e enfarinhada.
Assar em forno pré-aquecido à 180º C por cerca de 45 minutos. Faça o teste do palito!
Quando esfriar, desenforme e sirva com café preto e goiabada!




Calda de Goiabada

Ingredientes:


- 100 g de goiabada cascão
- 100 ml de água

Modo de fazer:


Em uma panela, junte a goiabada e a água e cozinhe em fogo baixo, mexendo sempre até desmanchar a goiabada e ficar uma calda grossa.
Sirva com o bolo!

A calda pode ser feita natural também, como esta que eu sirvo no pudim de romeu e julieta: receita aqui

quinta-feira, 12 de março de 2015

Bolo de Maçã com Canela

Alô, alô marcianos!

Eu sabia que vida de estudante não era fácil, mas nos últimos meses foi bastante tensa. Agora as coisas estão se acalmando, e praticamente meio ano depois da última postagem, vim atualizá-los!
Segue uma delícia da tarde de hoje, um bolinho perfeito para a hora do chá!


Bolo de Maçã com Canela




Ingredientes:

- 1 maçã grande fatiada
- 6 ovos (separar as claras das gemas)
- 2 xícaras  de açúcar- 3 xícaras  de farinha de trigo- 3/4 xícara de leite morno- 1 colher (sopa) de manteiga sem sal (derreter no leite)- 1 colher (sopa) de canela em pó (misturar com o açúcar)
- 1 colher (sopa) de fermento em pó (misturar com a farinha)



Modo de Fazer:

Separe a fôrma de sua preferência com medidas de no mínimo 35 cm x 25 cm no caso das fôrmas retangulares e de 30 cm de diâmetro no caso das redondas.
Passe manteiga ou margarina sem sal no fundo da fôrma toda, polvilhe açúcar refinado e canela em pó.
Disponha as fatias de maçã sobre essa "caminha" de açúcar e canela, da maneira que desejar, e reserve.
Na batedeira, bata as claras em neve com uma pitada de sal, em velocidade máxima. 
Acrescente o açúcar misturado com a canela em pó, aos poucos com ajuda de uma colher. Vá colocando pelas beiradinhas da bacia da batedeira, enquanto ainda está ligada.
Acrescente as gemas, uma à uma, ainda batendo.
Depois,  fora da batedeira, misture a farinha misturada com o fermento, intercalando com o leite morno com a manteiga derretida nele, misturando devagar, mexendo de baixo para cima.
Leve ao forno pre-aquecido a 180ºC e deixe assar até dourar.

Desenforme ainda morno sobre o tabuleiro ou bandeja que vai ser servido! =*




segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Brownie da Bruxa

Segue a receita deliciosamente irresistível do Brownie da Bruxa! (Meu brownie..)
Este servido com sorvete ou devorado sozinho é uma conquista da felicidade - e de uns quilos à mais - para quem quer que coma!


Brownie da Bruxa



Ingredientes: 

- 340g de chocolate meio amargo picado
- 230g de manteiga sem sal
- 50g de cacau em pó
- 6 ovos 
- 400g de açúcar refinado
- 240g de farinha de trigo
- 1 xícara de nozes picadas
- uma pitada de noz moscada
- forma de 35x25 untada com manteiga e enfarinhada
- batedor manual (fuê) ou colher de pau

Modo de Fazer:

Pré-aqueça o forno em 180ºC.

Em uma tigela grande, coloque o chocolate meio amargo picado e a manteiga para derreter em banho maria ou no microondas. No microondas 1 minuto é o suficiente para aquecer o chocolate ao ponto de derretimento*.
Depois de derretidos, tire do banho maria e adicione o cacau em pó, mexendo com a colher de pau ou o fuê sem bater. Adicione os ovos, um à um e misture-os rapidamente para que não cozinhem, mas sem bater.
Acrescente o açúcar e misture do mesmo modo, em seguida a farinha e repita o procedimento! Por último, adicione as nozes picadas e a pitada mágica.
Despeje a mistura na fôrma untada e enfarinhada e asse no forno pré-aquecido, à 180ºC por 30 minutos.
Na dúvida, espete com o palito! =)

Espere esfriar e corte os quadradinhos para servir com sorvete de creme ou baunilha ou comer assim mesmo!




* Temperaturas dos chocolates:

- Chocolate Meio Amargo - 31,1ºC à 32,2ºC
- Chocolate Ao Leite - 30ºC à 31,1ºC
- Chocolate Branco - 28,8ºC à 30ºC



terça-feira, 8 de julho de 2014

Artesanatando

Um pouco dos meus "trampos" para vocês...
A minha página no Facebook: Pequenos Feitiços - Artesanatos da Bruxa


Pingentes, brincos, colares e filtros!

               
   

 
      

 

Chás

Porque nestes dias de frio, um chá é tudo de bom!

Então, estou postando hoje para falar de um chá mais que especial!
O Orient Express da loja Tea Shop!



Quem me indicou este chá delicioso, foi minha amiga Camila! *_* E eu só tenho a agradecer!
Ele tem pétalas de rosa, casca de laranja, maçã, cravo e canela! (tudo que eu adoro em um mix só!)
O aroma de cravo e canela se sobressai quando abro o pacotinho! Tem um cheirinho doce e é bem leve!



Especial para qualquer hora!

Recomendo a loja, com os mais variados tipos de chás, blends e aparatos para o ritual do chá! ^_^

Essa corda vermelha que sai da xícara, é um pequeno infusor que comprei lá, especialmente para meu momento do chá!


. ~ . ~ . ~ .

sexta-feira, 4 de julho de 2014

Destino

Há alguns anos, quando estive na Bahia pela primeira vez, alcancei um dos pontos cruciais do meu destino: encontrei uma amiga espetacular, mãe, guerreira, uma pessoa feita de alegria. Se todos no mundo pudessem conhecê-la, tenho certeza de que ela faria a diferença.




Ela me salvou quando mais precisei naquela época, me tirando um pouco da merda de realidade que eu estava e me ensinou mais uma arte mostrando que eu sabia e sempre soube e que existem talentos que devem ser despertados.

Minha amiga hippie, meio bruxa, meio anjo....

Me ensinou a tramar as cordas, onde eu posso colocar todos os desejos essenciais para cada detalhe de cada pessoa. Me ensinou a percorrer o caminho de qualquer forma que seja, como uma aranha, tecendo minha teia, poderosa e adornada com as peças certas para que todos durmam tranquilos.




Na última vez que estive com ela, me ensinou a buscar nas areias dentro do mar, os enfeites para minhas artes. Me levou no centro de uma cidade cheia de magia e história, com seus moradores e personagens. 
Mostrou-me a trilha em direção à uma vida completamente diferente da minha, mas com artistas que fazem o mesmo trabalho e coisas muito mais lindas, ouvindo Raul... Lugar este onde minha queria Janis também esteve.

Perceber que amizades verdadeiras atravessam fronteiras e não se deixam acabar com o tempo...




Saudades de todos, mas de você mais ainda Katinha.
Logo a Diaba tá passando aí para tomar cerveja no sol.



quinta-feira, 26 de junho de 2014

Ervas e Especiarias - Canela

Começarei hoje a falar sobre ervas e especiarias, e espero poder continuar as postagens sobre o tema.
Eu estudo as ervas e especiarias há alguns anos, é uma área da bruxaria que me interessa bastante, afinal sou uma bruxa e AMO cozinha e tudo o que envolve a área. Então decidi apresentar partes dos meus estudos sobre isso, ao longo das postagens, vou indicando livros e sites sobre o assunto.
Começando pela Canela, que é uma das especiarias mais conhecidas no mundo todo e de fácil acesso no Brasil.

Canela 
Cinnamomum zelanicum

Magicamente é uma das mais populares especiarias, porque atrai prosperidade e é um excelente afrodisíaco, principalmente para as mulheres. Incensos e óleos de canela, podem ser usados para aromatizar os ambientes, trazendo alegria, e encanto para o local, é um dos ingredientes do pó para atrair prosperidade nos negócios! 



A canela verdadeira é nativa do Sri Lanka e é a casca de uma árvore. Por cerca de 200 anos o monopólio bastante lucrativo sobre a canela, foi controlado primeiramente pelos portugueses, depois pelos holandeses e por fim pelos ingleses. Ao final do século XVIII, a canela era plantada em Java, na Índia e nas ilhas Seychelles, assim, saindo do controle do monopólio.
As mudas crescem em touceiras espessas, com brotos da grossura de um dedão. Na época das chuvas, os brotos são cortados da base e descascados. Os pedaços são cortados em uma espessura parecida com a do papel e enroladas na mão com ramas de cerca de um metro. Em seguida, os paus são colocados para secar à sombra.



Um pouco mais sobre a produção da canela. (em inglês) - U10CCC 

Existem muitos tipos de canela, como a canela-da-índia, considerada a canela verdadeira e a cássia ou canela-da-china; os bastões são classificados em: continental, mexicano ou de Hamburgo, conforme a espessura; os mais finos, do tipo continental, têm o melhor sabor. Os fragmentos dos bastões quebrados durante o manuseio, são chamados de Quillings. Para fazer os bastões, tiras das cascas secas são enroladas umas sobre as outras para formar os rolinhos e os pedaços internos das cascas que não são grandes o suficiente para usar nos canudos e as raspas, são utilizados para produção de canela em pó.



A canela tem um aroma quente e adocicado, com tom amadeirado mas intenso; o sabor é aromático e picante, com toques cítricos e de cravo-da-índia. 

A canela em pó, quanto mais clara, melhor a qualidade, e é aromática de imediato porém perde o sabor com certa rapidez, como é amplamente disponível, o interessante é comprar em pequenas quantidades para manter a qualidade.
A canela em rama, tende a esconder suas propriedades, até ser quebrada ou cozida, ela mantém seu aroma por cerca de dois à três anos se guardada em recipiente hermético.



O delicado sabor da canela é apropriado para uma série de sobremesas, pães, biscoitos e bolos. Combina com chocolate, maçãs, bananas e peras. Usada também para temperar comidas do Oriente Médio e da Índia, no Marrocos usa-se muito nos tagines de frango e de cordeiro, nos ensopados para acompanhar cuscuz e para temperar a bstilla, (torta de massa fina e crocante, recheada com pomba e amêndoas.
Usada também no prato Árabe, carneiro assado com damascos; na Índia a canela é usada em diversas misturas de especiarias, nos chutneys, etc.

Bstilla

Tagine


O México é o maior importador de canela, que é utilizada para aromatizar bebidas com café e chocolate e também em chás.
No Brasil, é muito utilizada em doces de compotas, caldas, chás, misturas com vinho quente, sobremesas, bolos e biscoitos. Tortas de maçã são polvilhadas com canela em pó.




Aqui em casa eu uso canela para uma diversidade de receitas, desde chás até pães com especiarias.
Algumas delas já estão publicadas aqui no blog! 
Uso óleo de canela para untar velas e objetos utilizados em rituais para prosperidade, como a confecção do pratinho do Buda.


Tenho um aromatizador de roupas e ambiente de maçã com canela da Alchemia®, de uma edição limitada, que é uma delícia e combina com o inverno!


Assim termino o primeiro post sobre ervas e especiarias, espero poder dar seguimento à estes mais vezes!








segunda-feira, 26 de maio de 2014

Festival

Atenção galera!

Para aqueles que gostam (ou amam) os anos 50, vintage style, pin ups e rockabilly, não percam por nada o 3rd Big River Festival Brazil!

Este ano com a ilustre presença de mr Mack Stevens & His In The Groove Boys, vindos diretamente de Dallas - Texas - USA.



http://www.bigriverfestival.com/

Além da atração internacional, o festival apresentará ainda, outras bandas bacanas como a Hellbelicos e a Cherry Bomb!

Não percam!

Vídeo do 2º evento: https://www.youtube.com/watch?v=5-uJnn73KCY



quarta-feira, 9 de abril de 2014

As Cartas

Não, não estou falando de Tarot ou coisa parecida, estou falando de cartas, daquelas escritas à punho como antigamente, com nossa personalidade transcrita no papel, com canetas coloridas, caligrafias diversas, papéis coloridos e perfumados... E dessa maneira, estamos contando sobre nossas vidas, nossas lembranças, momentos que tornaram nossa jornada inesquecível e moldaram quem somos hoje e os valores que passaremos aos nossos filhos.
Minha amiga Débora, de Lages em Santa Catarina, tem escrito cartas para mim, e por minha vez, tenho enviado-lhe as respostas da mesma maneira.
Como é gostoso esperar ansiosamente pelo envelope, atacar o carteiro quase todos os dias para saber se chegou, e quando finalmente desponta na bolsa dele o envelope pardo com enfeites, sair saltitando pela casa de alegria!

Isso tudo tem uma finalidade.... Mas fica para outro dia...



quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Ser bruxa!

E de repente eu pensei que nunca ouviria esta pergunta.
Eu tive medo de nunca conseguir respondê-la, mas acho que me saí bem!




E como tu sabe que é,uma bruxa? Tipo, tu nasce assim? Eu sou curiosa, mas não precisa responder se tu não quiser...

Então, eu nasci numa família católica, mas não praticante, porém fui batizada, etc...  Cresci, e tive que fazer a comunhão, mas não quis fazer a crisma, porque comecei a estudar a bruxaria com 11 anos.. É difícil de dizer o porque exatamente, mas eu sempre gostei de coisas esotéricas, sempre gostei de coisas simples, como horóscopo, etc... Um dia entrei em uma loja esotérica, para ver as bruxinhas e tal, e vi livros... Daí pedi para minha mãe me comprar um.. Enfim... Eu nunca  gostei de ir na igreja, mas nada contra, confesso que depois de bruxa, ainda fui mais algumas vezes, e isso em nada implicou.. Fui por motivos diversos. Não me identifico com umbanda, candomblé... Mas já fui em vários, e respeito, e inclusive acredito nos orixás...Para ti ter uma idéia, eu estudei 11 anos em um colégio católico... que fazia a gente rezar todos os dias...

Deixa eu te contar uma coisa... 

Todo mundo, homem, mulher, nasce  bruxo. O que é ser bruxo?
É ser livre para pensar e agir de acordo com aquilo que te faz feliz e que faz os outros felizes.
É saber reconhecer, a majestade do sol, a soberania da lua, e entender como funcionam as energias que ambos exercem sobre nós e a terra. É saber que a terra está viva, e respeitá-la e à todos aqueles que nela vivem, desde o ser mais ínfimo até o maior deles. É ter a certeza de que tudo à nossa volta está em movimento constante, e entender este ciclo, de vida, morte e renascimento. É ter sempre em mente, que somos filhos de algo maior, mas nunca rotulá-lo e nem obrigar ninguém a aceitar nossa crença. E é respeitar as crenças alheias. Mas claro, existem leis, regras, e todas aquelas coisas que existem escritas para tudo funcionar corretamente. Ninguém pode dizer o que tu deve fazer, mas se eventualmente tu se identifica, acho que deveria buscar mais informações.. Porque no meio do caminho, pode ser que encontre um outro destino diferente deste!